25/04/2012

[Resenha] A menina que roubava livros

Autor: Markus Zuzak
ISBN: 8598078174
Páginas: 480
Sinopse: Entre 1939 e 1943, Liesel Meminger encontrou a Morte três vezes. E saiu suficientemente viva das três ocasiões para que a própria, de tão impressionada, decidisse nos contar sua história, em "A Menina que Roubava Livros", livro há mais de um ano na lista dos mais vendidos do "The New York Times". Desde o início da vida de Liesel na rua Himmel, numa área pobre de Molching, cidade desenxabida próxima a Munique, ela precisou achar formas de se convencer do sentido da sua existência. Horas depois de ver seu irmão morrer no colo da mãe, a menina foi largada para sempre aos cuidados de Hans e Rosa Hubermann, um pintor desempregado e uma dona de casa rabugenta. Ao entrar na nova casa, trazia escondido na mala um livro, "O Manual do Coveiro". Num momento de distração, o rapaz que enterrara seu irmão o deixara cair na neve. Foi o primeiro de vários livros que Liesel roubaria ao longo dos quatro anos seguintes.E foram estes livros que nortearam a vida de Liesel naquele tempo, quando a Alemanha era transformada diariamente pela guerra, dando trabalho dobrado à Morte. O gosto de roubá-los deu à menina uma alcunha e uma ocupação; a sede de conhecimento deu-lhe um propósito. E as palavras que Liesel encontrou em suas páginas e destacou delas seriam mais tarde aplicadas ao contexto a sua própria vida, sempre com a assistência de Hans, acordeonista amador e amável, e Max Vanderburg, o judeu do porão, o amigo quase invisível de quem ela prometera jamais falar. Há outros personagens fundamentais na história de Liesel, como Rudy Steiner, seu melhor amigo e o namorado que ela nunca teve, ou a mulher do prefeito, sua melhor amiga que ela demorou a perceber como tal. Mas só quem está ao seu lado sempre e testemunha a dor e a poesia da época em que Liesel Meminger teve sua vida salva diariamente pelas palavras, é a nossa narradora. Um dia todos irão conhecê-la. Mas ter a sua história contada por ela é para poucos. Tem que valer a pena.



Novamente venho postar minha opinião sobre livros ^^
Este livro é meu favorito, não gosto de ler um livro mais de uma vez — a menos que seja em muito tempo depois de ler a primeira vez — mas este eu li duas vezes, e parei na terceira (ganhei um livro novo XD).
Quando uma amiga me falou sobre ele, não me interessei muito, pois não estava entendendo nada do que ela estava falando. Acabei indo à biblioteca da cidade fazer um trabalho, e vi o bendito livro lá. Li as primeiras páginas e me apaixonei pela historia. Mas não o levei pra casa, porque não tenho ficha na biblioteca (tem que ter mais de 16 anos pra assinar um termo de responsabilidade, como eu tinha 14, e nenhuma boa alma quis assinar pra mim, tive que comprar o livro). 
Depois que comprei o livro, li tudo rapidinho, e acabei me apaixonando por leitura — antes não gostava muito de ler — e agora não posso ver um livro que já quero saber todo o conteúdo dele. Também passei a interessar mais por história — em especial da segunda guerra mundial.
Enfim, A menina que roubava livros é muito bom, interessante até o fim, recomendo. ^^

12 comentários:

  1. Já ouvi falar muito desse livro, mas nunca tive a oportunidade de lê-lo! Quem sabe um dia eu não o compre!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. ele é muito bom, vale a pena ler.
      Obrigada pelo comentário ^^

      Excluir
  2. Amoooooo esse livro! Tem o post dele lá no blog.
    Obrigada pela sua visitinha, to seguindo seu blog também.
    Bjooos, Samantha
    http://cbnacelulas.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu que agradeço pela sua visita.
      Ainda nao conheço ninguem que tenha lido esse livro e nao gostou.

      Excluir
  3. Eu quero muito ler esse livro algum dia *--* Todo mundo fala muito bem!

    ResponderExcluir
  4. Realmente o livro é incrivel, emocionante e dramaticamente belo! Tive que conter as lágrimas para não chorar no final, sinceramente desejei que Lissie tivesse um final mais feliz, mas mesmo assim adorei o modo como o autor finalizou sua obra!

    Bjs

    www.daimaginacaoaescrita.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Esse livro e leio todo ano. E nunca me canso. Chega no final eu tenho vontade de chorar.

      Bjs

      Excluir
  5. Peguei emprestado na biblioteca da minha cidade comecei a ler , mas estava em epoca de prova e ate hj ñ tive a oportunidade de continuar.Mas assim que der vou lá e pego novamente!
    Livros sobre a segunda guerra mundial que super recomendo é O menino do pijama listrado e A mala de Hanna.Ñ sei se vc ja leu!

    Abraço

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ainda não li, mas já ouvi falar. Gosto muito de livros da segunda guerra mundial também. São super interessantes.

      Excluir
  6. Esse livro é uma delícia! Literatura pura e palpável! Eu também sou como você, não gosto de ler o mesmo livro duas vezes - a menos que seja um livro muito bom, e assim aconteceu com A Menina que Roubava Livros. Me apaixonei pela história da Liesel e desde então venho farejando outros que se passem durante a segunda guerra mundial. Eu soube que O Menino do Pijama Listrado é uma literatura fascinantes (contudo ainda não li), e se for como o filme, então creio que vale mesmo a pena ler!

    ResponderExcluir
  7. Esse livro é uma delícia! Literatura pura e palpável! Eu também sou como você, não gosto de ler o mesmo livro duas vezes - a menos que seja um livro muito bom, e assim aconteceu com A Menina que Roubava Livros. Me apaixonei pela história da Liesel e desde então venho farejando outros que se passem durante a segunda guerra mundial. Eu soube que O Menino do Pijama Listrado é uma literatura fascinantes (contudo ainda não li), e se for como o filme, então creio que vale mesmo a pena ler!

    ResponderExcluir
  8. Esse livro é uma delícia! Literatura pura e palpável!
    Eu também sou como você: não gosto de ler o mesmo livro duas vezes - a menos que seja um livro muito bom, e assim aconteceu com A Menina que Roubava Livros. Me apaixonei pela história da Liesel e desde então venho farejando outras histórias que se passem durante a Segunda Guerra Mundial.
    Eu soube que O Menino do Pijama Listrado também é uma leitura fascinante (contudo ainda não li), e se for como o filme, com certeza vale a pena ler!

    ResponderExcluir

Vai comentar? Lembre-se de seguir algumas regrinhas: nada de arrumar brigas com outras pessoas, e não use palavras de baixo calão! Não diga nada que você não diria para sua avó.

Obrigada pelo comentário, vou retribuí-lo assim que puder. Volte sempre (/◕▽◕。)/