01/02/2013

Que livro é esse?

Oi pessoal! Boa tarde!

Hoje eu tenho um desafio para vocês, descobrir qual o livro pelos trechos das resenhas.
Será que vocês conseguem?


Carlos Rodrigo do blog Isso é Interessante: “A narrativa do autor é fabulosa, como ele mesmo disse em seu site; o livro está cheio de frases ‘inteligentes’, onde cada palavra é devidamente colocada no lugar certo, inadmitindo borrões [...] É realmente incrível como tudo passa tão rápido, o livro é tão pequenino e ao mesmo tempo tão grande.”
––
Luene Langhammer do blog Instituição Para Jovens Prodígios: “Acredito que se ele se dedicar cada vez mais poderá chegar aos pés de Machado de Assis e sua intrigante Capitu… Porque sei que ele é capaz. Seu livro me lembrou os velhos livros de literatura [...] O que diferencia esse livros dos clássicos é que amaremos cada página e cada linha lida.” 
––
Marina Menezes do blog Ler, Imaginar e Criar: (euu!) “A história foi muito bem desenvolvida, me surpreendi com o rumo que ela tomou, e o final não é nada clichê. Os personagens são ‘simpáticos’, impossível não gostar deles [...] Enfim, é um livro que prende do inicio ao fim, tem uma ótima história e a escrita do autor é admirável.” 
––
Monique Portela do blog Ninhada Literária: “Ainda acho que mais valeu a luta e a derrota de Arivaldo do que a busca por essa pseudo-solução artificial – e é aí que se encontra uma das melhores partes do livro: a leitura não termina na última página, porque a história continua ecoando, pelo menos por algum tempo, na mente do leitor.” 
–– 
Tifany Baesso do blog Amantes da Leitura: “É um livro que te prende do início ao fim, nos trazendo um final nada clichê e, o mais importante, fica ecoando na mente do leitor horas a fio depois de lê-lo [...] Livro mais que recomendado gente! Com certeza 5 estrelinhas… Por sua capacidade de conquistar o leitor em pouquíssimas páginas!” 
––
Kezia Martins do blog Fulana Leitora: “Por que o livro merece 5 estrelas? A capa é linda, a diagramação é perfeita, sem erros gramaticais (as leitoras chatas agradecem), pela sua característica poética, sem muitos diálogos, mas repleto de floreios e pérolas linguísticas. Passando longe dos clichês, o livro veio para conquistar as amantes do bom uso das palavras.” 
––
Irinia Zachello do blog Livros eu quero ler sempre: “Uma história envolvente e transparente, que nos leva por caminhos e questionamentos, que podemos encaixar em nosso dia a dia. E é uma lição até. Arivaldo ‘reinventa a correspondência de uma amor’, porém um amor que vale muito mais a pena sentir em nossa carne e coração de fato sem entrelinhas.” 
––
Isabelle Brum do blog Attraverso le Pagine: “Reviravoltas e surpresas te esperam nessa futurística aventura com um toque de romance ‘impossível’. A escrita do autor é única, com um vocabulário mais formal mas que em momento algum te deixa perdido perdido no meio na trama.” 


Agora ficou fácil.

Conseguiram descobrir qual livro é?

Uma última dica: é um livro nacional e um pouquinho diferente, que vale a pena ser lido.

E o livro é...


AEcM12! Do autor parceiro Flavio P. Oliveira.

Clique no banner e adquira seu exemplar autografado.———–



8 comentários:

  1. Eu quase não acerto.... kkkkkkkkkkk..
    Obrigado, Marina, por compartilhar... Todo mundo está gostando desse tipo de artigo.

    um beijo

    ResponderExcluir
  2. Que legal esse post! Achei muito criativo!
    Nunca tinha visto em outro blog! Gostei bastante!!
    Confesso que não matei qual era o livro... mas adorei!

    Beijussss;
    http://hipercriativa.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  3. Fui vendo os outros comentários e pensando qual poderia ser, e quando cheguei no seu pensei que talvez fosse AEcM12, mas preferir não arriscar, e fui vendo os outros, e achei que cada um fosse de um livro diferente, rsrs. Se eu tivesse arriscado, teria acertado, rsrs.

    Bjs

    daimaginacaoaescrita.com

    ResponderExcluir
  4. Eu nunca adivinharia! No começo achei que fosse um dos livros do Zafón, acho que já vi comentários sobre ele parecidos, mas depois fiquei totalmente perdida rsrsrs

    ResponderExcluir
  5. Eu poderia lembrar caso lembrasse do seu post, mas não iria lembrar do nome do livro, pois tenho péssima memória para isso! Admiro quem consegue lembrar do nome das coisas/pessoas/personagens. Eu esqueço todos! haha
    E ah, tive a ousadia de te indicar para responder uma tag: http://divapensante.blogspot.com.br/2013/02/tag-sempre-onze.html#more
    E esse post teve uma temática realmente interessante! Parabéns pela criatividade e inovação! *u* Beijo e bom final de semana! ^.^

    Diva Pensante (perfil)

    ResponderExcluir
  6. Eu não gosto desse autor chato u_u hauhauahuaha

    Marina, assim o Flavio fica metido hahaha

    ResponderExcluir
  7. Oi!
    Nossa, não sabia que esse livro é tão interessante assim.
    Fiquei até curioso. rs
    Sucesso!
    Abraço!

    "Palavras ao Vento..."
    www.leandro-de-lira.com

    ResponderExcluir
  8. Gostei do seu post, é uma brincadeira bem interessante!

    Beijos
    Helana O'hara
    www.intheskyblog.blogspot.com.br

    ResponderExcluir

Vai comentar? Lembre-se de seguir algumas regrinhas: nada de arrumar brigas com outras pessoas, e não use palavras de baixo calão! Não diga nada que você não diria para sua avó.

Obrigada pelo comentário, vou retribuí-lo assim que puder. Volte sempre (/◕▽◕。)/