13/06/2013

[Resenha] Battlefield 3: O russo - Andy McNab, Peter Grimsdale

Título: Battlefield 3 - O russo
Autor: Andy McNab, Peter Grimsdale
ISBN: 9788501083876
Editora: Galera Record
Páginas: 350
Sinopse: Em Battlefield 3: O Russo, os caminhos de Dima Mayaskovsky e do sargento americano Blackburn se cruzam na missão de salvar Nova York e Paris da perigosa ameaça de explosões nucleares. Baseado na franquia Battlefield, o romance recria a aventura e ação do game, ao mesmo tempo em que mergulha na mente de personagens já conhecidos. E tece suas motivações, passado, sonhos, segredos e lealdades.







Geralmente eu começo minhas resenhas escrevendo um pouco da história do livro, do que se trata e tal. Mas em Battlefield eu não vou fazer isso, porque além de ser uma história complicada de explicar sem dar spoiler, quanto menos souber sobre ela, melhor na hora de ler. Só vou dizer que o livro é narrado em terceira pessoa, e a narrativa vai se alternando entre a situação de Dimitri "Dima" Mayakovsky, o russo,  e Henry Blackburn, o americano. Ambos personagens de personalidade forte e com uma coragem que só soldados tem. A história gira em torno dos dois, mas o livro tem outros personagens que desempenham um papel importante na história.

Battlefield é um livro muito envolvente, li em pouco tempo. Primeira vez que leio um livro baseado em um jogo, e eu não sabia o que esperar dele. Não posso dizer se o livro é ou não parecido com o jogo, pois apesar de conhecê-lo e ver alguém jogar, eu mesma nunca joguei, então não conheço a história do jogo. Mas o que diz respeito ao livro, posso dizer que a história é perfeita e que Battlefield é um livro difícil de largar antes do fim. Os capítulos são curtos. Quando um capítulo acaba, e eu vejo que o próximo tem apenas algumas páginas, me sinto na obrigação de lê-lo, por isso li o livro tão rápido. A narrativa se alterna entre um personagem e outro, sem ficar embolada ou confusa. A cena de um soldado sempre termina em suspense, e você se vê obrigado a ler o que está acontecendo com o outro para descobrir o que aconteceu. Se Dima está em um momento crítico, você vai ser obrigado a ler o que está acontecendo com Black para voltar ao Dima. O livro ficou bem mais interessante dessa forma.

Battlefield é um livro sobre guerras, e é claro, é um pouco violento. Palavrões, sangue e muitas mortes. Nada que não passe em uma novela. Não sei como seria para uma pessoa muito sensível.

Estou adorando essa onda de livros baseados em jogos, Battlefield foi uma surpresa, nem sabia que existia até vê-lo em uma loja. Comprei na mesma hora e não me arrependi. O livro se tornou um dos meus favoritos.

— Por que a vida tem que ser tão complicada?
Vladimir estava ao seu lado, esticando a mão para ajudar Zirak.
— É o que a torna interessante — respondeu.
Pág 95

17 comentários:

  1. Eita... embora eu tenha curtido a resenha, não é o tipo de livro que eu curto ler! Sangue, violência e tudo mais não estão no meu roteiro por enquanto, rs.
    Beijo!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ah eu sei como é, não gosto muito dessas coisas também, só se for na ficção mesmo :P

      Excluir
  2. Sou meia contra esses livros inspirados em jogos, sei lá acho que perdem um pouco da ação. Gostei da sua resenha, me instigou a querer ler o livro e quem se isso acontecer eu não mude de idéia ^^
    brubs
    Livros de Cabeceira
    @IWannaRuffles

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu fiquei com um pé atrás quando vi, mas acabei gostando ^^

      Excluir
  3. Marina,
    Confesso que não li nenhum dos 3.
    Meu marido tem o primeiro, e ele leu e amou.
    Eu ainda não consegui começar,
    mas quem sabe este mês? (:

    Um beijo flor!
    Jhosy

    http://meninamsicaeflor.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Tem o 1 e o 2? Oo não sabia, vou procurar ^^

      Excluir
  4. Gostei da Resenha! Deve ser bem legal >.<

    controversias-blog.blogspot.com

    ResponderExcluir
  5. Eu gosto de livros baseados em jogos mas acho que prefiro filmes deles e esse parece ser um tiquinho violento rsrs, como não conheço o jogo prefiro não ler por enquanto

    bjos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não gosto muito de filmes baseados em alguma coisa, sempre ficam chatos e.e

      Excluir
  6. eu fiquei com medo de ler esse livro e não gostar sabe. na verdade ainda estou xp

    ResponderExcluir
  7. Marina :)
    Como vai?

    Po,eu quero ler este livro *-*
    Parece ter a minha cara kkkkkkkkkkkk

    Beijos e cuide-se
    Bom final de semana

    Rimas Do Preto

    ResponderExcluir
  8. Oi Marina.
    Não faz meu gênero esse tipo de história, essa coisa de luta, tiro e matança não prende minha atenção, mas sua resenha está esclarecedora.

    Beijos
    Leituras da Paty

    ResponderExcluir
  9. Oi Marina.
    Esse gênero não agrada, não consigo prender minha atenção nessa coisa de luta, tiros e matança, mas sua resenha está esclarecedora.

    Beijos
    Leituras da Paty

    ResponderExcluir

Vai comentar? Lembre-se de seguir algumas regrinhas: nada de arrumar brigas com outras pessoas, e não use palavras de baixo calão! Não diga nada que você não diria para sua avó.

Obrigada pelo comentário, vou retribuí-lo assim que puder. Volte sempre (/◕▽◕。)/