12/07/2013

[Resenha] Lugar Nenhum - Neil Gaiman

Título: Lugar Nenhum
Autor: Neil Gaiman
ISBN: 9788576162650
Editora: Conrad
Páginas: 336
Sinopse: Em 'Lugar Nenhum' Neil Gaiman conta a história de Richard Mayhew, um jovem escocês que vive uma vida normal em Londres. Tem um bom emprego e vai se casar com a mulher ideal. Uma noite, porém, ele encontra na rua uma misteriosa garota ferida e decide socorrê-la. Depois disso, parecer ter se tornado invisível para todas as outras pessoas. As poucas que notam sua presença não conseguem lembrar exatamente quem ele é. Sem emprego, noiva ou apartamento, é como se Richard não existisse mais. Pelo menos não nessa Londres. Sim, porque existe uma outra - a Londres-de-Baixo. Constituída de uma espécie de labirinto subterrâneo, entre canais de esgoto e estações de metrô abandonadas, essa outra Londres é povoada por monstros, monges, assassinos, nobres, párias e decaídos - e é para lá que Richard vai.
Lugar Nenhum é o primeiro romance de Neil Gaiman, autor dos best-sellers Deuses Americanos (Conrad, 2004) e Filhos de Anansi (Conrad, 2006), e criador da revolucionária série de quadrinhos Sandman. Concebida originalmente como série de TV em seis capítulos, Lugar Nenhum foi transmitida pela rede inglesa BBC. A transformação em romance resultou em sucesso imediato, conduzindo a obra às listas de best-sellers do Los Angeles Times e do San Francisco Chronicle, entre outras.

Narrado em terceira pessoa, Lugar Nenhum conta a história de Richard Mayhew, um homem que leva uma vida entediantemente normal. Todos os dias Richard sai para trabalhar em seu bom emprego, onde todos ficam isolados, cada um em sua mesa, nos fins de semana sai para visitar exposições e museus de Londres com sua linda noiva, e às vezes sai para beber com os amigos. Certo dia, ao sair com sua namorada para uma exposição, Richard encontra na rua uma garota ferida, ignorando os conselhos de sua namorada, resolve socorrer a garota, levando-a para casa. O que Richard não sabe é que o simples encontro com a misteriosa garota, e o ato de socorrê-la vai mudar toda sua realidade... Para onde vão as coisas esquecidas?

***

Demorei a ler Lugar Nenhum porque, quando o comprei, ele estava com um cheiro horrível. Um motivo realmente bobo para não ler o livro, mas eu não estava conseguindo nem mesmo pegar o livro nas mãos. Felizmente, o cheiro ruim era do plástico que ele veio embalado, e logo passou. Finalmente pude começar minha leitura.

Lugar Nenhum me surpreendeu bastante, claro, só depois de chegar na metade do livro foi que percebi que não sabia do que se tratava o livro. A contra capa não dá detalhes sobre a história, e eu nem procurei ler a sinopse antes de começar a ler. Na verdade, só comprei Lugar Nenhum porque o livro do Neil que eu queria estava esgotado, mas valeu a pena. Eu gosto de arriscar a comprar um livro sem ter noção do que se trata, e às vezes, acerto. Com Lugar Nenhum não foi diferente. Até senti uma certa nostalgia enquanto lia, me lembrei da época em que eu comprava livros no supermercado ou em revistas; nunca sabia nada sobre a história do livro ou sobre o autor, e também não tinha internet para pesquisar. É interessante ler um livro e descobrir que se trata de bruxos, de vampiros, de fantasmas ou de um romance, por exemplo. A sensação de descobrir que o livro se trata de algo que você nem imaginava é única, impossível de se descrever em palavras.

No início do livro, foi difícil me envolver com a história, mas quando as páginas começaram a ficar mais grossas do lado esquerdo, comecei a ficar triste. Não queria que o livro tivesse acabado, seria bom se Lugar Nenhum tivesse mais mil páginas, assim a história continuaria por muito tempo. Mas como todo livro, esse também chegou ao fim.

Viro a cabeça e você pode se mover
Viro de novo e você fica preso até morrer
Não tenho rosto, nem camafeu
Mas tenho dentes - quem sou eu?
Lugar Nenhum é um excelente livro, Neil Gaiman foi genial ao criar um outra Londres, onde nada é o que parece. O universo de Lugar Nenhum é tão fantástico que chega a ser bizarro. Os personagens são tão cativantes, misteriosos e dotados de personalidade tão forte que faz a pessoa mais interessante de nosso mundo parecer sem sal. Gostei até mesmo dos vilões e torci para que todos se dessem bem no final. É como eu sempre brinco: você sabe que um livro é bom quando o nome do autor está impresso maior que o título, na capa. Lugar Nenhum não foi exceção a regra, o livro é ótimo, me fez pensar a respeito de nossa realidade, e é claro, só aumentou minha vontade de ler outros livros do autor.


Richard havia percebido que os acontecimentos são seres covardes. Eles nunca acontecem sozinhos: vêm numa matilha, pulando juntos sobre alguém ao mesmo tempo.

11 comentários:

  1. Adorei a resenha, me deu até vontade de ler embora eu não goste do gênero. Bizarro.

    http://florescerepalavrear.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu gosto bastante do gênero, meu favorito *-*

      Excluir
  2. Oi!
    Só conheço o autor de nome. Ainda não li nada dele.
    Gostei da sua resenha, mas o livro não chama a minha atenção.

    BjO
    http://the-sook.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que bom que gostou da resenha, fico feliz *-*

      Excluir
  3. Amei a Sinopse do livro, e fiquei ainda mais apaixonada por esse livro quando li sua opinião sobre ele.. Realmente preciso dele. Apesar de histórias com esse tema, mas esse parece valer as horas de leitura.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu gosto demais de histórias com esse tema, sou apaixonada :3

      Excluir
  4. Acho que eu vou gostar de ler Lugar Nenhum! Antigamente curtia mais livros desse tipo e estou há certo tempo sem ler nada do gênero, mas acho que é uma boa forma de voltar :)

    Beijão Marinaa

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu gosto de livros assim, mas não posso dizer que nunca vou parar de gostar :)

      Excluir
  5. Curti sua resenha, vi poucas pessoas falando sobre ele, mais todas falram bem, quem sabe eu venha ler ele um dia :)
    Um Beijo, Brubs
    Livros de Cabeceira
    @IWannaRuffles

    ResponderExcluir
  6. Nunca li nada do autor! Até então nem o conhecia, mas gostei de Lugar Nenhum, a história me parece ótima e pelo visto é surpreendente!

    Beijos.

    Da Imaginação a Escrita

    ResponderExcluir
  7. Tenho muita vontade de ler esse livro. Acho que estou começando a me apaixonar pelas estórias do Neil. O primeiro livro dele que eu li foi Coraline, agora estou com o "O Oceano no Fim do Caminho" para ler. Esse vai entrar logo na fila!!

    Beijusss;
    http://hipercriativa.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir

Vai comentar? Lembre-se de seguir algumas regrinhas: nada de arrumar brigas com outras pessoas, e não use palavras de baixo calão! Não diga nada que você não diria para sua avó.

Obrigada pelo comentário, vou retribuí-lo assim que puder. Volte sempre (/◕▽◕。)/