26/08/2013

Sons

Céu, nuvens, dia ensolarado. Pessoas andando nas ruas, falando o tempo todo. Barulho de carros. Um cachorro latindo. Crianças correndo. Na casa ao lado, duas pessoas estão brigando. Sinto meus olhos arderem. Pela janela do quarto, a claridade bate em meu rosto. O sol me incomoda, mas fico feliz que ele ainda me visite. O cachorro parou de latir, mas logo vai recomeçar, eu sei. Posso ouvir as vozes dos vizinhos, e eles brigam por motivos tolos... Vão parar logo, e recomeçar mais tarde. É sempre assim.
Um carro buzina, alguém grita um cumprimento. Quem será? Não reconheço a voz. Da cozinha, mais sons. Um rádio ligado, uma panela de pressão... É hora do almoço. Duas pessoas estão conversando, quero saber do que falam, mas não consigo entender. Outro barulho na cozinha: uma panela caiu. Não é nada, isso sempre acontece.
Essa noite, sonhei que estava em um navio, e ele afundava. Acordei com o cachorro latindo. Acho que ele é um poodle, o cachorro.  Ou algum cachorro pequeno. Não sei, nunca o vi, apenas o ouço. Ele fica na casa ao lado, e late quando os vizinhos brigam. Não sei se gosto dele ou se sinto raiva... Nos últimos dias, minha vida é feita de sons. Tudo é um som, o cachorro, os vizinhos... eles não tem forma, são sons. Deitado em minha cama, tudo o que vejo é o teto: branco, mas sujo e descascado, uma imagem horrível. Deveria tê-lo pintado anos atrás. Se eu soubesse... Mas agora é tarde. O teto já não me preocupa, nem a claridade que bate em meu rosto, nem o cachorro sem raça, nem os vizinhos, nem os carros e as pessoas. Nesse momento, só tenho um único desejo: levantar e olhar pela janela.

**************

Geralmente não sou de escrever comentários sobre os textos que escrevo, mas vamos lá. Escrevi esse texto durante a aula de Ed. Física, na escola, e não sei o que estava pensando - ou talvez sei. Geralmente não posto o que escrevo por aqui, mas acho que está na hora de perder a vergonha e passar a postar, certo? O que vocês acharam? 
~sou péssima para títulos, só coloquei porque tive que colocar~


11 comentários:

  1. Oi Marina, Bom dia,
    Seu texto está ótimo, você deveria escrever mais, gostei muito mesmo...

    beijos Mila
    http://dailyofbooks.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada Mila! Fico feliz que tenha gostado :)

      Excluir
  2. Eu achei-o maravilhoso. Sua narrativa está bem delicada e o conto é original. Nos faz refletir, podemos levantar e ir a janela, mas e aí?

    ResponderExcluir
  3. Eu concordo: tá na hora de perder a vergonha e postar o que vc escreve por aqui!
    Gosto dos seus textos, Marina. Esse "sons" é bem interessante e eu imaginei a cena certinho. O sol na janela, batendo no rosto, o teto descascando, o cachorro latindo, os vizinhos brigando... acho que poderia ser a vizinhança de qualquer um!
    Gostei :)

    Beijo!

    Respira e casa
    Em busca do meu Coelho Branco

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Acho que tá na hora sim! ushaushashu'

      Que bom que gostou :)

      Excluir
  4. Olá, Marina. Tudo bem?
    Adorei o seu texto e a forma que elaborou. Você escreve muito bem!

    Beijos.
    http://umajovemleitora.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  5. Gostei do texto ficou bem bolado e o titulo combinou, eu não escrevo muito por que não consigo juntar as palavras em um texto hehe

    bjos

    ResponderExcluir
  6. Ma!! Adorei o texto, quase ouvimos os sons durante sua descrição!
    Você deveria postar mais, viu??
    Beijos

    www.meumeioodevaneio.com.br

    ResponderExcluir
  7. Isso mesmo, bora perder a vergonha, ainda mas quando se é para fazer a alegria dos leitores do blog *--*
    Adorei, recomendo que coloque mais textos seus aqui tá adorei mesmo, você tem potencial (e não, não estou sendo puxa saco nem nada, sou sincera)

    Beijo

    ResponderExcluir
  8. Marina, por esta decisão estão proibidos quaisquer sorteios que sejam no esquema de: as pessoas se inscrevem e uma pessoa é escolhida aleatóriamente, sem nenhum processo de seleção ou distribuição de pontos. O promovimento de marcas também é proibido (são coisas separadas). Eu sei que é um troço chato, mas é isso que decidiram...

    Beijinhos Alados ♥

    ResponderExcluir

Vai comentar? Lembre-se de seguir algumas regrinhas: nada de arrumar brigas com outras pessoas, e não use palavras de baixo calão! Não diga nada que você não diria para sua avó.

Obrigada pelo comentário, vou retribuí-lo assim que puder. Volte sempre (/◕▽◕。)/