21/09/2013

[Resenha] Antes de morrer - Jenny Downham

Título: Antes de morrer
Autora: Jenny Downhan
ISBN: 9788522009916
Editora: Agir
Páginas: 289
Sinopse: Tessa é uma menina de 16 anos que tem uma doença incurável. Diante de seu imutável destino, ela organiza uma lista com o que gostaria de fazer antes de sua morte e parte em busca de realizá-la: se apaixonar, ter a primeira relação sexual, dirigir escondida, roubar coisas numa loja... viver o tempo que resta. Um tema doloroso, passado com leveza e doçura, em um texto verdadeiro e tocante, sem ser piegas.






Tessa tem 16 anos, e aos 12 foi diagnosticada com Leucemia. Ela sabe que tem pouco tempo, e diante do inevitável destino, Tessa faz uma lista com dez coisas que gostaria de fazer antes de morrer. Entre esses itens está sua primeira relação sexual, usar drogas, infringir a lei, enfim, fazer coisas que ela não teria oportunidade ou coragem de fazer, e acima de tudo tentar aproveitar o tempo restante.

***

Não gosto muito de ler livros onde o tema central é o sofrimento de alguma personagem. Principalmente quando esse sofrimento é uma doença. Tem muita gente passando por situações assim e eu me sinto mal por ficar lendo esse tipo de livro. Não é algo que eu possa explicar, apenas me sinto mal e ponto. Mas resolvi ler esse livro porque fiquei curiosa a respeito da história, tinha acabado de assistir o filme "Antes de partir" e estava procurando saber se ele era uma adaptação quando encontrei Antes de morrer. O livro e o filme não são o mesmo, mas tem uma coisa em comum: os personagens estão morrendo e resolvem fazer uma lista de coisas para fazer. Isso me chamou a atenção e eu resolvi ler Antes de morrer.

No início o livro estava parecendo aqueles filmes bobos de seção da tarde, mas logo eu comecei a gostar dele. A Tessa me irritou muito, a amiga dela, Zoey, também me irritou muito, o pai dela também, o irmão, enfim, todo mundo me fez raiva em alguma parte do livro. E foi por isso que gostei dos personagens. Ultimamente tenho gostado de livros com personagens irritantes, eles são mais humanos. A Tessa foi a que eu amei e odiei ao mesmo tempo, ora agindo como criança, ora como adulta. Mas gostei de ver os pensamentos dela, a visão dela a respeito da vida. Foi fácil perceber o quanto o pai da Tessa (acho que o nome dele não é mencionado) estava confuso, ele parou de trabalhar para cuidar da filha, e depois da lista, fica perdido, sem saber o que fazer. Ele quer deixar a filha aproveitar a vida, ao mesmo tempo que quer protegê-la. E tem o Cal, que no começo do livro é apenas um garoto, mas aos poucos vamos notando o quanto ele cresce, chegando a agir exatamente como a Tessa estava agindo no início do livro, de maneira rebelde, adolescente. Zoey é a irresponsável melhor amiga da Tessa, que a ajuda a cumprir vários itens da lista. Ela também amadurece ao longo do livro. E tem o Adam, que é o vizinho da Tessa, e logo se torna namorado dela. O Adam é um rapaz inteligente e gentil, e o romance dos dois é bonito. Nada de muita melação. Outros personagens também foram interessantes, cada um a sua maneira, mas foram esses os que mais me chamaram a atenção.

Antes de morrer é realista, e em momento algum existe a possibilidade de algum milagre ou algo do tipo. A própria Tessa é quem narra o livro, e ele é narrado no tempo presente, não temos aquela esperança de "talvez ela esteja contando a história depois de muito tempo". Eu fiquei muito triste enquanto lia, principalmente quando o livro começa a passar da metade. É difícil falar sem dar spoilers, digo apenas que é um livro tocante. Preparem a caixa de lenços, esse é um livro pra fazer chorar.

Descobri ontem que o livro foi adaptado para o cinema, e o filme no Brasil se chama Agora é para sempre, e a atriz Dakota Fanning interpreta a Tessa. Ainda não assisti, mas pretendo ver logo e reclamar da adaptação  e reencontrar a Tessa.

 “Faz-se um silêncio terrível. Reparo em um pequeno rasgão no papel de parede acima do
ombro dela. Reparo em marcas de dedos no interruptor de luz. Em algum lugar do andar de
baixo, uma porta se abre e se fecha. Quando Zoey se vira para me encarar, percebo que a
vida é feita de uma série de instantes, cada um deles uma viagem rumo ao fim.”


23 comentários:

  1. Já estou prevendo que irei chorar muito com esse livro, quero muito ler. Prevejo que ela irá morrer no final, rs. Adorei a resenha!
    leituramagnifica.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  2. será que a autora (ou autor) foi na onde d' A Culpa é Das Estrelas?
    {Emilie Escreve}

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não sei, me parece que esse livro é mais antigo, mas não procurei saber ^^

      Excluir
    2. O livro "A Culpa é das Estrelas" é do ano 2012 e "Antes de Morrer" é de 2008.

      Excluir
  3. Hum eu curto drama mas não sei se gostei do jeito da estoria acho que vou esperar pra ver o filme, não gosto muito de personagens irritantes gosto dos vilões rsrs

    bjos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Também gosto dos vilões, me identifico com eles \o/

      Excluir
  4. amei o post,adoreeeeeeeeeei ,faz uma visitinha ao meu blog?
    Cate-land.blogspot.com

    ResponderExcluir
  5. Logo no começo da sua resenha simpatizei. Não com o livro, o que é estranho, mas por finalmente ter encontrado alguém que também não gosta de ler/ver algo que envolva doenças. Eu também me sinto mal porque parece que eu estou compactuando com o autor para vender a tragédia de alguém, eis o motivo de não ir com a cara do John Green - e também pelo fato de que também sou do contra, tenho de admitir, embora Looking for Alaska seja realmente muito bom.
    Enfim, por você ter gostado e indicado, talvez eu dê uma chance, porque também já assisti Antes de Partir e me encantei pela lição que passa, então, quem sabe...

    Ah, desculpe-me não ter vindo aqui antes, viajei a pretexto de um casamento e passei três dias indo de uma cidade a outra tentando ver minha família toda, não tive tempo pra nada rs'

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu gostei mais do Looking for Alasca do que do A culpa é das estrelas, acho que é pelo fato de ter pessoas doentes. Talvez você goste também ^^

      Casamento dá trabalho, não pretendo ir em um nem tão cedo! hahaha

      Excluir
  6. Flor,
    Eu gosto muito de resenhas de livros que eu não conheço e que não ouvi falar.
    Esta é uma delas.
    O assunto me interessa, não sei por quê, mas eu penso que ler sobre essas situações talvez me ajudem se algum dia eu tiver que conviver com alguém assim ou coisa do tipo.
    O filme Antes de Partir é um dos que mais gostei de assistir ultimamente. Achei a atuação do Morgan Freeman e Jack Nicholson foi impecável.
    Incluí em minha lista!

    Um beijo!
    Jhosy

    http://meninamsicaeflor.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu não gosto, me sinto meio culpada. É dificil de explicar xD

      Esse filme é bom mesmo, não me canso de assisti-lo ^^

      Excluir
  7. Oi Marina!
    Eu também não gosto de livros assim, sabe. Já acho a vida tão triste, decepcionante às vezes que quando vou ler prefiro algo que vá me dar a esperança de que existam outros mundos além desse aqui! Mesmo que sejam fantasias como Narnia ou Harry Potter!

    Ah, obrigada pela dica do reader pra celular! Apesar do meu aparelho ser meio lento pra passar as páginas, ficou ótimo! Valeu mesmo! ;)

    Beijusss;
    http://hipercriativa.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu também Helaina, não gosto de ler livros tristes, acho que a vida já é triste o suficiente ^^

      O meu não é muito lento, mas fica pedindo permissão toda hora. Mesmo assim é bom. Fico feliz que foi útil ^^

      Excluir
  8. Nossa! Muito interessante! Me fez lembrar um livro que li.
    Meninas inseparáveis de Lori Lenses.
    História de gêmeas siamesas craniópagas que sofrem por esse problema e ainda na idade adulta descobrem que tem um aneurisma.
    É bem legal a história.

    http://www.borboletra.com/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Nossa que história! Nunca tinha ouvido falar no livro, vou procurar saber ^^

      Excluir
  9. Má, diferente de você, gosto de ler livros desse tipo pois me faz dar mais valor ao que tenho e ser mais humana em relação às outras pessoas.
    Adorei a sua resenha, o livro parece ser similar a um que li recentemente e que me tocou muito o coração.
    Quero colocar na minha lista de leitura!
    Beijos

    www.meumeiodevaneio.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu queria tirar lições assim, mas eu faço o contrário: paro de dar valor as coisas. Fico pensando o tempo todo "vou morrer mesmo, não faz sentido isso".

      Excluir
    2. tbm gosto de livros assim, já li: Depois Daquela Viagem, Para Minha Irmã, A garota das 9 Perucas, A culpa é das Estrelas, Madeleine, Vida Roubada, Vida sem Limites, Não Digas Nada à Mamã, Quando o Papá Voltar, O Silêncio dos Outros, o meu triste segredo, 3096 Dias #recomendo

      Excluir
  10. Nossa já li o livro faz tempo, não sabia do filme agora quero assistir, valeu pela dica

    ResponderExcluir
  11. Oi adorei.. muito obrigado, amei a maneira que vc usou para descrever essa resenha...me fez se interessar pelo livro....mas vc já leu o livro reverso escrito pelo autor Darlei... se trata de um livro arrebatador...ele coloca em cheque os maiores dogmas religiosos de todos os tempos.....e ainda inverte de forma brutal as teorias cientificas usando dilemas fantásticos; Além de revelar verdades sobre Jesus jamais mencionados na história.....acesse o link da livraria cultura e digite reverso...a capa do livro é linda ela traz o universo como tema.
    www.livrariacultura.com.br/scripts/resenha/resenha.asp?

    ResponderExcluir

Vai comentar? Lembre-se de seguir algumas regrinhas: nada de arrumar brigas com outras pessoas, e não use palavras de baixo calão! Não diga nada que você não diria para sua avó.

Obrigada pelo comentário, vou retribuí-lo assim que puder. Volte sempre (/◕▽◕。)/