02/10/2013

[Sessão Pipoca] A morte do demônio (Evil Dead)

Faz muito tempo que não falo sobre filmes aqui no blog, as pipocas dessa seção já estão murchas e igual isopor, mas resolvi falar de um filme que acabei de assistir, aproveitando para atualizar a coluna. Lembrando que isso não é uma resenha, é apenas a opinião de uma pessoa que gosta de assistir filmes, e que não entende nada de atuação, direção, roteiros e etc. Resumindo, não sou especialista no assunto.

A morte do demônio, pelo que li, é um remake de um filme de terro de 1981, onde cinco jovens (Natalie, David, Mia, Eric e Olivia) vão passar um tempo em uma cabana abandonada, para ajudar a amiga viciada, Mia. Logo nos primeiros minutos os cinco amigos notam que a casa foi arrombada, e Mia percebe um cheiro terrível na casa, que David (seu irmão) descobre sair do porão. No porão eles encontram um livro chamado O livro dos mortos, um livro de bruxaria com orações capazes de despertar demônios e permitir que habitem corpos humanos.

Pessoalmente não gosto muito de filmes de terror porque eles sempre têm a mesma história. Uma mudança de casa, alguns adolescentes em uma casa abandonada, um objeto amaldiçoado... esse tipo de coisa. Quando vi o trailer desse filme, pensei que ele teria uma história original, e teve, mas várias cenas clichês. O trailer me enganou direitinho, porque a morte do demônio é mais engraçado que assustador.


Obviamente como todos os personagens de filmes de terror, os desse filme também são meio burros. Qual seria a primeira coisa que você faria se encontrasse um livro embrulhado em plástico, envolto em arame farpado, escrito com sangue, que tem a capa feita de pele humana e cheio de desenhos de demônios e anotações como "não leia esse livro"? Medrosa como eu sou, enterraria o livro a cinquenta palmos debaixo da terra e não voltaria para a cabana nem por todo o dinheiro do mundo (isso se eu não largasse o livro por lá mesmo). Eric, contrariando todos os avisos, lê o livro em voz alta e acaba despertando um demônio.

Eric lendo o livro dos mortos
O filme não é tão ruim, apenas um pouco exagerado. Pessoas cortando membros como se fosse manteiga, muito sangue escorrendo por todo lado, pessoas tão céticas a ponto de não se importarem com um ritual de magia feito no seu porão, e uma cabana no meio do nada com energia elétrica via satélite. O fato deles permanecerem na casa no início foi um pouco forçado, Mia estava quase ficando louca, tinha caído em um espinheiro e Olívia, a enfermeira do grupo, não deixou ela voltar para casa porque ela estava ajudando Mia ali na cabana. Como se uma enfermeira fosse substituir todo um hospital.

Natalie foi a personagem mais inútil do filme. Olivia só encheu o saco, sempre achando que Mia estava fazendo tudo por causa da abstinência, David se escondeu em grande parte do filme e Eric fez praticamente tudo. Não vou dar spoilers, mas digamos assim que além dele causar tudo isso, apanhou, apanhou e apanhou mais ainda, perdeu muito sangue e continuou vivendo por muito tempo. Aparentemente os personagens do filme tem cinquenta litros de sangue (cada um). Os atores, pelo menos, trabalharam bem.

Os efeitos do filme são todos visuais, maquiagem etc. e isso torna o filme mais real. O final foi surpreendente, não esperava pelo que aconteceu e isso fez com que eu não odiasse o filme completamente. Não foi o filme mais aterrorizante que já vi, nem o melhor, mas me rendeu algumas risadas e isso já valeu a pena.


Caso sua vida vire um filme de terror...
...Algumas situações (e o que fazer caso se encontre nelas):


  • Se um dia você se mudar, for a uma casa abandonada, hotel ou qualquer lugar com barulhos estranhos, coisas se mexendo e acontecimentos inexplicáveis: saia daí imediatamente!
  • Se você encontrar um livro escrito em outra língua, com ilustrações de demônios e mensagens dizendo para não lê-lo: coloque o em um cofre e enterre. Queimar nunca funciona com coisas assim; (Vale para objetos amaldiçoados).
  • Nunca, jamais, em hipótese alguma deixe de acreditar naquela pessoa que diz "tem alguma coisa nessa casa".
  • Se seu amigo (a) de repente aparecer com os olhos vermelhos, laranja, verde, amarelo ou qualquer outra variação de cor e começar a falar com voz duplicada (como se fosse duas pessoas): chame um exorcista! Atenção para mulheres que jogam o cabelo na frente do rosto e ficam se mexendo freneticamente.
  • Se você ver uma pessoa de costas e encolhida em um canto, chorando ou em silêncio: não se aproxime, e nem pense em tocar nos ombros dela.
  • Caso alguém que está com você tenha sido possuído, não acredite se ele disser "acredite em mim, sou eu". Não, não é ele.
  • Você sujou o rosto e quer lavá-lo no banheiro: O demônio/fantasma/assassino vai aparecer no reflexo quando você levantar o rosto, então prepare-se para correr.
  • E por último: você vai morrer se voltar para buscar objetos/pessoas e se disser "não vejo a hora disso tudo acabar" e coisas do tipo. Nem pense em falar dos seus planos para o futuro.
Trailer:

13 comentários:

  1. Nossa, adorei a sua resenha! Principalmente a parte final, com as dicas. Realmente os filme estão muito clichês, eu adorava filmes de terror antigamente, mas hoje eu os assisto e não sinto absolutamente nada, exceto, talvez, uma admiração pelo cenário bem feito (como no caso da Mulher de Preto). Isso já está tão batido que a pessoa já prevê facilmente,
    Estou passando pra avisar que algo muito ruim aconteceu e que não estarei mais publicando no blog. Pra não abandonar esse meu vicio, acabei fazendo outra conta, só que no wordpress. Pedi a Thay pra postar algo explicando o que aconteceu, já que eu não consigo acessar de jeito nenhum.
    Bjos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. A gente já sabe tudo o que vai acontecer, quem vai morrer, quem vai sobreviver... Prefiro filmes de outros gêneros.

      Vou lá ver o que houve ^^

      Excluir
  2. Deus me livre!!! Não assisto um filme assim nem me pagando.
    Tenho muito medo de filmes de terror e nem adianta que eu não assisto.
    Bjs

    http://livrosemarshmallows.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. sauhsuahs' eu era medrosa, mas não durante o filme, só depois que acabava. Agora nem ligo mais ^-^

      Excluir
  3. Meu não sei o esperar desse filme, quero muito ver, mais já me falaram tantas coisas que sei lá
    Beijokas, Brubs
    Livros de Cabeceira
    @IWannaRuffles

    ResponderExcluir
  4. Bem, eu particularmente não gosto muito de filmes de terror. Mas adorei as "dicas" para caso minha vida vire um filme de terror, rs.

    controversias-blog.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. sausahusuha' se acontecer você já está preparada!

      Excluir
  5. Já assisti esse filme e super A-M-E-I, os efeitos especiais são perfeitos e isso fez com que o filme ficasse melhor. Super indico ele!
    http://leituramagnifica.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  6. Aff,eu sou tão medrosa,não gosto de assistir filmes de terror,o máximo um suspense! Tenha um ótimo final de semana! Bjss.

    ResponderExcluir
  7. Cruzes, vejo esse não O.O Tenho um tanto de medo para essas coisas O.O Prefiro continuar com minhas animações e comédias :D
    Beijinhos e tenha uma ótima semana.
    Isabelle - http://attraverso-le-pagine.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  8. Oi Marina;
    Adoro filmes de terror, mas esse eu ainda não vi, bem, não essa versão. Acho que vi a de 1981 e foi bem engraçada (parece que eles mantiveram o humor então).
    Acho que já está na hora de fazer um filme de terror com pessoas um pouquinho mais racionais que não saem abrindo portas, lendo livros estranhos e deixando de fugir enquanto pode. Um filme com uma pessoa que faça tudo isso e ainda assim é assombrada seria realmente assustador!

    Beijusss;

    ResponderExcluir

Vai comentar? Lembre-se de seguir algumas regrinhas: nada de arrumar brigas com outras pessoas, e não use palavras de baixo calão! Não diga nada que você não diria para sua avó.

Obrigada pelo comentário, vou retribuí-lo assim que puder. Volte sempre (/◕▽◕。)/