10/12/2013

[Resenha] Demônios não choram - Samuel Cardeal

Título: Demônios não choram
Autor: Samuel Cardeal
ISBN: 9788591611607
Editora: Edição Independente
Páginas: 360
Sinopse: O ano é 2184, a tecnologia avançou de forma veloz e assustadora. A sede do homem pelo “progresso” fez se exaurir grande parte das reservas naturais do planeta. Diante da escassez geral de alimentos e fontes de energia, a terceira grande guerra foi inevitável. Depois de um confronto sangrento de violência irracional e desenfreada, a guerra acabou, e o resultado: todos foram derrotados. O mundo que conhecemos hoje foi reduzido a destroços de uma civilização que não mais existe. Mais de 90% da população foi dizimada. Diante da fragilidade dos sobreviventes, as criaturas que antes viviam nas trevas, escondidas e agindo enquanto todos dormiam, fizeram do planeta destruído seu domínio. Os humanos, aterrorizados, passaram a se esconder em abrigos subterrâneos e em velhas galerias de esgotos. É nesse cenário caótico que Ezequiel, um caçador de demônios, viverá a jornada que mudara totalmente o rumo de sua vida e da de muitos outros. Um cavaleiro solitário que vaga pelas terras devastadas, caçando e eliminando os Filhos do Inferno. Mas Ezequiel não tem esperança de um futuro melhor, persegue os infernais somente por ser a única coisa que sabe fazer. Quando o caçador, após um exorcismo, se vê obrigado a levar consigo a menina que salvou, uma onda de acontecimentos o conduz à derradeira aventura que culminará no embate final entre a Terra e o Inferno. Somente um será o vencedor, e o destino do que resta da humanidade depende da coragem de Ezequiel e dos aliados que se juntarão a ele nesta incrível e perigosa jornada. Se falharem, Terra e Inferno passaram a ser um só mundo, de eterno castigo para todas as almas humanas. 

Antes de mais nada eu gostaria de agradecer o autor Samuel Cardeal por gentilmente ter me enviado o ebook para resenha, e pedir desculpas pela demora em postar. Li o livro e escrevi a resenha, mas não tive tempo de digitá-la, só agora que estou arrumando um tempinho. 


Demônios não choram é narrado em 3º pessoa e se passa em um tempo onde os recursos naturais da Terra se esvaíram, sobrando apenas um cenário desolado. Ezequiel anda pelo mundo caçando demônios, sem nenhum objetivo além desse, até que por indicação de seu amigo Abel, ele viaja para uma mansão abandonada, onde encontra Lília, que passa a acompanhá-lo em sua viagem. Logo os dois se encontram com problemas, e seguindo o rastro de misteriosos acontecimentos, descobrem que o destino do que sobrou da Terra está em jogo. 

Demônios não choram é o romance de estréia do autor Samuel Cardeal, e fica claro que ele tem potencial para escrever boas histórias. A escrita é envolvente, os personagens são bem construídos e a história não tem pontas soltas. Pude imaginar com facilidade o cenário de destruição que a Terra se tornou, e terminei o livro querendo uma continuação O autor usou vários tipos de mitologias como referência, e isso só me fez gostar mais da história. Não dá para largar o livro antes do fim, e a todo momento você quer saber o que vai acontecer em seguida, e acaba devorando um monte de páginas de uma só vez. 

Cada personagem tem suas particularidades e histórias próprias, em alguns momentos somos levados de volta ao passado de cada um, por meio de flashbacks, tornando a leitura ainda mais interessantes. Esses momentos não só ajudaram a entender cada personagem, mas também o universo do livro, já que a situação deles é bem diferente da nossa, no tempo atual. O Sol já se apagou e a Terra é iluminada por uma espécie de estrela artificial, chamada Chispa, que ilumina o planeta de forma muito inconstante. A Chispa não tem hora certa para apagar, e quando ela repentinamente apaga, deixa os personagens a mercê dos demônios, que vagam pela Terra à noite. Isso rende algumas cenas de tensão, já que é perigoso para os humanos ficarem andando normalmente na Terra, a noite.

Somente duas coisas me incomodaram, uma é que faltou mostrar um pouco mais o sentimento dos personagens, em vários momentos tive a impressão de que eram frios, já que quase nunca o que eles estavam sentindo era mostrado. Isso também deu a impressão de que as tudo estava acontecendo rápido demais, já que os próprios personagens não absorviam os acontecimentos.  Tirando Elias, que para mim foi o personagem que se comportou de forma mais "normal", os personagens eram incrivelmente fortes e não se deixavam abater por nada, nem mesmo se deixando levar pela dor quando eram feridos. Claro que é legal os mocinhos se darem bem, mas o tempo todo e com facilidade tira a graça da história. Um pouco de conflito cai bem em qualquer livro.

Apesar de ter alguns poucos detalhes que poderiam ser melhorados, o livro não se torna chato, cansativo ou maçante. Demônios não choram é bom, envolvente, tem muita ação, mistério e é carregada de fantasia. Gostando ou não do tema, esse é um livro que pode ser lido por qualquer um.

17 comentários:

  1. Oi, Marina.
    Muito, muuuito obrigado por ter lido e pela resenha que ficou ótima!
    Pode ter certeza que todas as suas observações estão anotadas e vão ser muito úteis nos próximos trabalhos.

    Sem querer abusar mas já abusando. Se tiver conta na Amazon e um tempinho sobrando (alguns segundinhos :) ), avalia o livro por lá

    Obrigado por tudo e um grande abraço

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Samuel! Fico feliz que tenha gostado da resenha. Bom, essas coisas foi o que eu pensei que poderia ter sido diferente sabe, um pouco mais de conflito pra fazer a gente roer as unhas! haha'

      Sobre a Amazon, tentei avaliar seu livro quando você me falou (até esqueci de te contar o que deu), mas não posso porque nunca comprei lá, só fiz download dos livros que são de graça. Quando comprar um ebook pode deixar que avalio sim ^^

      Abraços!

      Excluir
  2. Eba! Não vejo a hora de ler esse livro... ansiosa aqui!

    Beijos

    Meu Meio Devaneio

    ResponderExcluir
  3. Caramba! Fiquei mega curioso em ler o livro, espero um dia ter a oportunidade de ler realmente o mesmo, me pareceu o tipo de livro que nos prende do começo ao fim. Muito boa a resenha. Até mais. realidadecaotica.blogspot.com.b

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada Renato! O livro é ótimo mesmo, leia quando puder :)

      Excluir
  4. Bom que você gostou do livro. Confesso que não faz o meu estilo.
    =)
    Beijinhos
    Rizia - Livroterapias

    ResponderExcluir
  5. Que leecau, adoro fantasia e sobrenatural *q*
    Adicionado a lista >,<

    DayDreaming & Asian's Icons

    ResponderExcluir
  6. Olá Marina, boa tarde ^^
    Achei interessante esse livro. Um tanto diferente. Fiquei curiosa para saber mais dessa história *-* (vai para minha lista de futuras leituras *---*)
    Parabéns pela resenha e obrigada pela dica de leitura.
    Beijinhos
    Isabelle - http://attraverso-le-pagine.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  7. Olá! Eu amei por demais sua resenha, e imagino que a criatividade dos autores para o futuro é bem grande e diversificada, não?! Mas bem...Eu fiquei aqui pulando com a resenha, quero muito ler o livro, então vou olhar pela minha "pequena" cidade e ver se encontro. Só achei um tanto triste, os personagens não demonstrarem muito sentimento - como disse...Pois isso geralmente é uma coisa bem importante. Enfim, estarei acompanhando o blog. Chu ~♥

    O Perfeccionista

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Com certeza, eu nunca conseguiria pensar em um futuro que não fosse igual o nosso (ou de certa forma pior no quesito "sociedade"). Não sei se tem na sua cidade, mas eu tenho o link de compra online: http://demoniosnaochoram.wix.com/livro#%21comprar/c1c85

      Sobre esse negócio dos sentimentos, isso é uma coisa bem subjetiva, eu posso ter achado isso e você pode pensar diferente, vai de cada um. Aliás, todas as resenhas são subjetivas, já que não passa da opinião de quem leu (e da forma como interpretou). O jeito é ler e ver o que você vai achar ^^

      Excluir
  8. Adorei a resenha e sem dúvidas esse livro estará em minha listinha de leituras, gostei bastante e você escreve muito bem, parabéns!

    ** Abri Vagas para as Postadoras 2014, se caso você ou alguma de suas leitoras estiverem interesse, deem uma passadinha lá no blog: BLOG: NO PAÍS DAS MARAVILHAS
    Obrigada**

    XOXO, Julia.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada, bom saber que você gosta da minha escrita :)

      Não posso me comprometer em nada para 2014, mas obrigada pelo convite ^^

      Excluir

Vai comentar? Lembre-se de seguir algumas regrinhas: nada de arrumar brigas com outras pessoas, e não use palavras de baixo calão! Não diga nada que você não diria para sua avó.

Obrigada pelo comentário, vou retribuí-lo assim que puder. Volte sempre (/◕▽◕。)/