26/04/2014

Quando passei por ti já não era mais a mesma

O título faz referência a imagem acima, retirada do #ApanhadoCultural do blog da Samyle. Clique aqui para ler!

Incrível como as pessoas que passam por nossa vida tem a capacidade de nos mudar. Às vezes, elas nem precisam falar conosco, fazer algo significativo, marcante, digno de capítulo de novela. Basta só passar, no sentido mais simples da palavra. Um sorriso, um gesto, um "bom dia", algumas bobagens faladas... e já não somos os mesmos, passamos a ver as coisas de outra forma, como se a simples passagem daquela pessoa tivesse feito um upgrade em nossa consciência, ampliado nossos pontos de vista.

Tenho encontrado muita gente assim. Gente que não sei absolutamente nada sobre, mas que de certa forma, mudam minha maneira de ser, de agir. Às vezes, chego a conhecê-las de fato, descubro seus nomes, um pouco da sua história, seu passado, planos para o futuro, coisas que fez ou deixou de fazer... Me sinto como se tivesse achado um tesouro, e o guardo comigo, mantenho-o em segurança. E quando isso não acontece, fico pensando, imaginando que tipo de histórias aquelas pessoas têm para contar. Gosto dessas histórias como gosto das histórias dos livros, que escrevo, que leio, enfim, histórias que passam pela minha vida, que me mudam um pouco, a cada segundo, a cada contato.

Não sei se é fácil de entender. Provavelmente muitos vão achar que isso é loucura. Mudar por alguém que nunca chegou a conhecer. Mas é assim que funciona comigo. Não é preciso um contato muito profundo — me contento até mesmo em só observar. Nem preciso de um nome, de um tempo logo. Um momento breve, uma palavra, um olhar, um tropeço na esquina. E quando passam por mim, já não sou mais a mesma.

8 comentários:

  1. Adorei o texto, tu escreve muito bem *3*

    Até logo, www.road-between.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  2. Concordo com você, talvez sejamos como um quebra cabeça formado de pedacinhos das pessoas que conhecemos, ou como você disse, que às vezes nem chegamos a conhecer. Costumo dizer que cada pessoa influencia e é influenciada por outras. Basta a gente escolher quem nos influenciará e com o que que influenciaremos. (:

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Adorei seu comentário! Acho que somos como um quebra cabeças mesmo *-*

      Excluir
  3. É a mesma coisa com uma amizade. Acho que é uma via de mão dupla: as pessoas nos mudam do mesmo jeito que transformamos. É indireto.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pois é, mudamos as pessoas da mesma forma que elas mudam a gente ;)

      Excluir
  4. Que texto bom... Isso acontece comigo também. Me lembrou um trecho d'O Pequeno Príncipe "Aqueles que passam por nós, não vão sós, não nos deixam sós. Deixam um pouco de si, levam um pouco de nós." Acho que é isso, a gente é meio maleável, vamos mudando pouco a pouco com as nossas experiências diárias. Realmente gostei muito da sua reflexão.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu não me lembrava dessa frase, mas tem tudo a ver ;)

      Excluir

Vai comentar? Lembre-se de seguir algumas regrinhas: nada de arrumar brigas com outras pessoas, e não use palavras de baixo calão! Não diga nada que você não diria para sua avó.

Obrigada pelo comentário, vou retribuí-lo assim que puder. Volte sempre (/◕▽◕。)/