16/06/2014

Minhas últimas leituras (mini-opiniões)

Alguém reparou o visual de copa do blog? Em ocasiões normais eu jamais colocaria um verde e amarelo tão forte no blog, mas já que todos estão emperequetando tudo de verde e amarelo, deixei a "licença poética" me guiar e enfeitei o blog dessa forma mesmo.

Esse ano li poucos livros, infelizmente. E mesmo sendo poucos livros, fiz poucas resenhas também. Não gosto de resenhar todos os livros que leio, principalmente quando são livros que todo mundo está ouvindo falar. Não sei se posso falar mais do que já está sendo falando, então para poupar trabalho, vou escrever apenas mini-opiniões dos últimos livros que li.

Sinopse: Crimes acontecem numa cidade. Um serial killer assassina moças órfãs de pai. A órfã número “sete” sobrevive a um ataque e acaba se apaixonando por aquele que julga ser seu salvador. A investigação se intensifica. Muitos são os suspeitos e, no desenrolar dos acontecimentos, tudo leva a crer que o criminoso é alguém da própria polícia. Mas não são somente os encarnados que querem prender este ser cruel. Os desencarnados, algumas das vítimas, também querem contê-lo e, infelizmente, vingar-se. Este é mais um envolvente romance de Antônio Carlos que, pela psicografia da médium Vera Lúcia Marinzeck de Carvalho, nos traz mais uma leitura surpreendente.
O primeiro livro é "A órfã número sete", um romance espírita que peguei emprestado com uma amiga. Essa foi a primeira psicografia que li e confesso que fiquei um pouco confusa com alguns termos. Mesmo assim a leitura foi muito fácil porque o próprio autor tratou de explicar o que significava cada coisa de forma muito bem detalhada. As lições que o autor nos deixa são muito bonitas, e apesar de não ser espírita, gostei de conhecer um pouco mais dessa doutrina.

Sinopse: Quando Eddard Stark, lorde do castelo de Winterfell, aceita a prestigiada posição de Mão do Rei oferecida pelo velho amigo, o rei Robert Baratheon, não desconfia que sua vida está prestes a ruir em sucessivas tragédias. Sabe-se que Lorde Stark aceitou a proposta porque desconfia que o dono anterior do título fora envenenado pela manipuladora rainha - uma cruel mulher do clã Lannister - e sua intenção é proteger o rei. Mas ter como inimigo os Lannister pode ser fatal: a ambição dessa família pelo poder parece não ter limites e o rei corre grande perigo. Agora, sozinho na corte, Eddard percebe que não só o rei está em apuros, mas também ele e toda sua família.
Esse livro todo mundo conhece ou pelo menos já ouviu falar, então dispenso detalhes sobre a história. A verdade é que, eu adorei a história d'A guerra dos tronos, gostei muito mesmo, mas se eu não tivesse gostado da história, teria largado o livro antes mesmo da metade dele. Martin tem muita imaginação e criatividade, mas no que se refere a escrita deixa muito a desejar. O autor enrola pra caralho! caramba! Milhões e milhões de descrições de jantares, roupas, vilas, florestas (!!!) etc etc. Não é a toa que os livros da série são enormes, metade das páginas não estão contando a história. Espero que os próximos livros da série não sejam tão cansativos, porque pretendo acompanhar a história até o fim.

Sinopse: August Pullman, o Auggie, nasceu com uma síndrome genética cuja sequela é uma severa deformidade facial, que lhe impôs diversas cirurgias e complicações médicas. Por isso ele nunca frequentou uma escola de verdade... até agora. Todo mundo sabe que é difícil ser um aluno novo, mais ainda quando se tem um rosto tão diferente. Prestes a começar o quinto ano em um colégio particular de Nova York, Auggie tem uma missão nada fácil pela frente: convencer os colegas de que, apesar da aparência incomum, ele é um menino igual a todos os outros.

Narrado da perspectiva de Auggie e também de seus familiares e amigos, com momentos comoventes e outros descontraídos, Extraordinário consegue captar o impacto que um menino pode causar na vida e no comportamento de todos, família, amigos e comunidade - um impacto forte, comovente e, sem dúvida nenhuma, extraordinariamente positivo, que vai tocar todo tipo de leitor.
E por último o livro Extraordinário, que sem dúvida alguma faz jus ao nome. Eu A-M-E-I esse livro gente, sério. Comecei a ler no sábado a noite, e domingo de manhã já tinha acabado o livro. Me faltam palavras para descrever o que senti enquanto lia e o que continuo sentindo agora que terminei de ler. O livro é lindo, engraçado, triste, profundo, simples... é uma mistura de um monte de adjetivos que resultam em Extraordinário. Amei o Auggie e me senti uma verdadeira amiga dele. Extraordinário foi uma leitura que valeu a pena =)


Não sei se consegui expressar de forma coesa o que pensei a respeito de cada livro. Tentei não escrever muito para não transformar minhas impressões em um resenha, então acabei compactando minhas ideias. Se você já leu ou pretende ler um dos livros citados, fique a vontade para me dizer o que acha deles.

8 comentários:

  1. Eu amei extraordinário o livro é super envolvente e adorei o fato da história conter várias visões diferentes além da do Auggie! Beijos
    http://poraodaliesel.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  2. Ai, realmente, já imaginava que GoT iria ser cansativo. Essas descrições ME MATAM! :(
    Mas fazer o que, não é?

    Um beijo,
    Luara - Estante Vertical

    ResponderExcluir
  3. Haha' eu tinha mesmo reparado nesse visu bem brazuca do seu blog! :)
    Eu também não resenho todos livros que leio, mas não é nem questão de ser porque o livro já é conhecido demais, mas é porque tem livros que eu simplesmente não consigo resenhar, sabe? =/

    Aai, quero muuito ler extraordinário, e cada vez que vejo alguém falando bem meu desejo de lê-lo só aumenta!

    Beijos ♡♥
    Meu jardim Secreto
    Facebook | Twitter | Instagram

    ResponderExcluir
  4. gente, tudo brasileiro por aqui, que gracinha! *-------------*

    15 anos depois eu volto, gente, tenho até vergonha, Marina =[ hahahhaa

    ando afastada da internet, tenho entrado muito pelo celular, mas só no facebook. eu até tinha me esquecido que tinha blog, que triste! consequente me esqueci de vcs queridas que sempre me visitam, poxa vida, eu sou a pior das pessoas =[

    bom, mas vamos ao que interessa; EU AMO AS CRÔNICAS DE GELO E FOGO <3 mas tbm acho que o Martin é um enchedor de linguiça. não de propósito, mas ele quer colocar tantos detalhes, tornar a cena tão real que a gente acaba se perdendo nesses detalhes e não se prendendo à cena em si. mas eu amo mesmo assim hahahaa

    eu li uma vez um livro espírita. me esqueci o nome, mas era da Zibia Gaspareto. comprei o livro por curiosidade, até achei bacana a história mas não é meu estilo literário, sabe rs depois disso não li mais, voltei pros meus romances e fui ser feliz :D kkk

    PRECISO LER EXTRAORDINÁRIO!!!!! <3 <3 <3

    beijos beijos
    ate mais!!

    ResponderExcluir
  5. Eu tenho os três volumes das Crônicas, mas quem disse que terminei de ler o primeiro? Fui estocando, apenas. Esse do Extraordinário já tinha lido muito bem sobre ele. Claro que continuo na curiosidade (tô tentando poupar dinheiro). O que me lembra: vou colocá-lo na minha lista.

    ResponderExcluir
  6. Oi Marina! ^^
    Dos três o único que eu não me arriscaria é o segundo. Acho muito chato quando o autor fica descrevendo, descrevendo e nada acontece. Não sabia que esse livro é assim. Tá mesmo explicado porque é tão grande.
    Eu tive esse tipo de experiência com "Coração de Tinta" e até hoje não terminei de ler a trilogia.

    Ah, sobre a decoração: adorei o "visu" verde e amarelo do blog. Eu não quis entrar nessa onda não.

    Beijusss;
    http://hipercriativa.blogspot.com.br/
    https://www.facebook.com/BlogMenteHipercriativa

    ResponderExcluir
  7. desses três só o extraordinário, e sou suspeita pra falar dele, já que o amo com todo meu ♥

    http://www.novaperspectiva.com/

    ResponderExcluir
  8. Eu sou a única pessoa no mundo que odiou Extraordinário x_x Não pela escrita, mas pelo tema em si. Não gosto muito dessa apelação dos autores por cima da "minoria": Deficiência física, doenças terminais, homossexualidade, etc. Acho chatíssimo esse tipo de coisa, sério, é muito "olá, sintam pena do personagem e amem o livro" ou "olá, o personagem é forte e não liga pra opinião dos outros" fkjgskgfdjkg

    Beijos, kaorii.com!

    ResponderExcluir

Vai comentar? Lembre-se de seguir algumas regrinhas: nada de arrumar brigas com outras pessoas, e não use palavras de baixo calão! Não diga nada que você não diria para sua avó.

Obrigada pelo comentário, vou retribuí-lo assim que puder. Volte sempre (/◕▽◕。)/