15/03/2016

Mostrar ou não mostrar meu blog aos meus amigos?


Hoje eu acordei num mal humor terrível. Sabe quando tudo que acontece parece que só acontece pra te irritar? Então. E aí que nesse mal humor, resolvi que não ia estudar para a prova de quinta, no lugar de estudar, eu iria ligar meu computador e entrar na blogosfera. Até o momento, única coisa boa do dia. Li um post no Sessão Proibida sobre tornar um não tornar um blog público, e achei legal discutir o assunto por aqui.

Eu não sei se todo blogueiro fala pra todo mundo que é blogueiro. Tipo com nossa profissão sabe? Quando você começa a bater papo e fala sobre o que faz da vida? Não sei se acontece assim com todo mundo. Eu não falo para ninguém que eu conheço na "vida real" que tenho um blog. As únicas pessoas que sabem são meu irmão, um primo e uma tia. (EDIT 30-11: outras pessoas já sabem, fico feliz que saibam) Sendo que essa tia estava junto com o primo, pesquisando algo na internet, e caíram aqui. Meu irmão, eu contei, não lembro exatamente quando, só sei que ele sabe. Nenhum dos três, graças a Deus, lê o 31 de Março. Nunca contei para mais ninguém, e procuro manter tudo isso em segredo. 


Por que exatamente nunca conto para ninguém? Às vezes nem eu mesma sei a resposta. É um misto de medo, insegurança e vergonha, como eu disse para a Luni no post dela. Medo do que os outros vão pensar, medo de como eu vou reagir, vergonha de tudo isso. Eu não sei direito. Eu escrevo para me encontrar, escrevo pra desabafar, reclamar da vida e das pessoas, e eu realmente não sei como eu reagiria sabendo que um conhecido leu isso. Porque é diferente da blogosfera. Só lê meu blog quem se identifica comigo e gosta de mim, de uma forma ou de outra. Diferente da vida offline, onde nem sempre as pessoas se relacionam simplesmente por gostar. Às vezes rola outras questões, como interesse, conveniência, comodidade ou até mesmo por não ter outra opção, e são dessas coisas que eu falo no post, são das coisas que as outras pessoas não entendem que eu escrevo. Eu não escreveria se as outras pessoas escutassem e entendessem. E não sei se continuaria escrevendo sabendo que alguém poderia vir tirar satisfação por algo que eu escrevi. 

É complicado. Às vezes eu penso que deveria ter começado de forma anônima, um pseudônimo, trocado o sobrenome, qualquer coisa, mas que ninguém pudesse saber quem sou. Algumas pessoas chamariam de máscara, mas eu vejo de outra forma. Por incrível que pareça, eu não uso máscaras na internet, eu uso máscaras na vida real. Não sei se quero que as outras pessoas me vejam sem ela. Mostrar meu blog para os outros é como postar meu diário no Facebook. Eu não exponho tanto minha vida, mas me sinto exposta. Me sinto exposta porque deixo um pedaço de mim no que eu escrevo. Meio que minha alma está nesse blog, e em outras coisas que faço.

Ao mesmo tempo, fico pensando em como seria ter algum conhecido lendo. Não ter de responder o que eu fiz ultimamente porque já postei aqui. Não ter que explicar alguma coisa porque já escrevi. Também seria muito melhor postar sobre o blog onde me desse vontade, sem tomar cuidado com quem poderia ou não ver, porque afinal de contas, todo mundo já sabe. Acho que tiraria um peso das minhas costas... Mas a que preço?

Penso nessa questão quase todos os dias. As pessoas que te conhecem, conhecem seu blog? Elas leem, comentam, interagem? Eu penso que deveria mostrar ao meus amigos, ao mesmo tempo em que não. Vivo nessa eterna dúvida desde que criei o blog, as pessoas que eu pensava em mostrar já não são as mesmas de antes, e ainda assim eu fico com essa questão.

8 comentários:

  1. Olá,Marina <333! Tudo bom? Você vai ser psicóloga? Ah que legal! Ah,sério? Espero que nos próximos dias você acorde bem,viu? Sim,sim claro! Essas semanas estou cheio de provas e trabalhos,sinto que a blogsfera serve pra isso pra nessas horas ruins largar o que vamos fazer só pra desabafar em pequenas palavras. Eu li também esse post.é realmente nem todo blogueiro diz pra todo mundo que é blogueiro! Eu não considero assim como uma profissão eu acho que é um passatempo,sabe? Um refugio ou algo do tipo. EU já falei já pra meus amigos mas nem um deles se interessa ou se importar mas aliás faz tempo creio que eles nem devem se lembrar disso. E eu também tenho insegurança talvez o que coloco em um post pra eles devem ser algo bobo e vão querer me zuar,e entre outros fatores também!
    Não pretendo mas lembrar ninguém ou dizer. Nem minha mãe sabe que tenho ;-;
    Beijos,Lucas /// {reckless}

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Luccas! Vou ser sim, quando formar heheheh' Eu também estou sempre cheia de provas e trabalhos, gosto de vir aqui pra desabafar também, e é por isso que me preocupo em mostrar ou não. Pra mim é um refúgio sim, acho que aconteceria o mesmo se eu mostrasse pros meus amigos: ninguém leria. Mas ainda assim me bate um certo receio de falar por aí, sabe? Porque de certa forma eles veriam sobre o que eu ando postando, quando eu divulgasse nas redes sociais. Mas um dia eu mostro, um dia...

      Excluir
  2. Olha, no início eu morria de medo de sair contando por aí que eu tenho um blog, mas com o tempo fui acabando me sentindo confortável em dizer: oi, tenho um blog rs. Eu acho legal quando meus conhecidos (digo, amigos) comentam sobre algo que postei, me sinto super A blogueira haha. E acho que a melhor rede de divulgação é o boca a boca, então... eu gosto. Mas já tive outros blogs, que ninguém nunca soube nem leu, acho que o importante é fazer como te faz feliz, né? se te faz bem manter em segredo, tudo bem. Bj, Blog B de Bia
    Tá rolando sorteio no blog, livro #girlboss: http://bit.ly/21ZaEJX 💜

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. hahaahh deve ser mesmo uma sensação boa! E o boca a boca sempre ajuda, porque quem te conhece vai querer saber mesmo sobre o que você fala.

      Bom, feliz feliz eu não tô, mas por enquanto prefiro assim, um dia conto pra todo mundo pra eu ficar em paz com isso, por enquanto vou levando.

      Excluir
  3. Oi, Marina!
    Eu vi esse assunto lá no Sessão, e acho que cada caso é um caso. Toda minha família sabe do meu blog, mas ninguém acessa então nunca tive esse grilo hahaha
    Mas o melhor é fazer o que você gosta independe de quem vai saber ou não, enfim, cada caso é um caso ^-^
    Beijos!
    Borboletas de Papel | Fanpage

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Aline eu sempre penso nisso, as pessoas que eu conheço que sabem do meu blog nem lê, então acho que seria assim de uma forma geral. Mas elas veriam sobre o que estou postando quando eu divulgasse, então daria no mesmo. Como eu disse pra Bianca, por enquanto vou levando assim, um dia conto e acabo com isso.

      Excluir
  4. MAs isso aqui écomplicado, porque a gente se expõe demais por aqui nesse mundo blogueiro. é onde encontramos nossa voz, temos medo de quem nos conhece descobrir essa voz e não saber lidar com ela, e da gente não saber lidar com outro , que nos conhece nos ver assim. Coisa confusa e complicada aqui na minha cabeça essa relação.
    Mas o mais legal, é vistar algum blog e pensar "Poxa, essa pessoa pensa que nem eu, ja pensei por isso e tal."

    Acho que essa é a minha contribuição confusa para essa discussão.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. ahahha também gosto quando isso acontece! Não ficou confusa não, é exatamente assim que eu me sinto

      Excluir

Vai comentar? Lembre-se de seguir algumas regrinhas: nada de arrumar brigas com outras pessoas, e não use palavras de baixo calão! Não diga nada que você não diria para sua avó.

Obrigada pelo comentário, vou retribuí-lo assim que puder. Volte sempre (/◕▽◕。)/