19/10/2016

Afinal de contas...

Afinal de contas

Esse post foi escrito em Julho. De alguma forma parece que estou mantendo o blog em rascunho. Escrevo muita coisa, não publico nada. Como meu último post foi um tanto depressivo, resolvi trazer esse, pra equilibrar.

2:40h da manhã. Por algum motivo resolvi pesquisar se sutura sempre levava anestesia. Da anestesia, passei a ler sobre tipos de sutura, e de tipos de sutura caí no blog do Pedro, o Afinal de contas, Li uma crônica onde ele contava sobre sua primeira sutura, e ri demais. Foi amor a primeira vista, ou eu deveria dizer, primeira leitura. Resolvi dar uma stalkeada no blog do Pedro, um blog com aquela carinha de blogs de 2010, que a gente chega, se sente em casa e tem vontade de não sair mais. Eu nem conheço o Pedro, acreditem em mim. Mas gastei boa parte da minha noite lendo o blog dele. (E os comentários). Da primeira sutura, passei para o post quando ninguém ri da piada. Me lembrou as crônicas de Veríssimo que eu achava nos livros de português da escola. Adorava todas elas. E pensei, por que não postar sobre isso? Sempre quis fazer posts sobre blogs que eu encontrava, lia e gostava, mas nunca consegui fazer realmente. Mas agora vai. Tudo que é bom deve ser compartilhado, e isso inclui um blog que você passa a madrugada lendo.

Eu adorei o post do dentista. A minha ideia de inferno sempre foi um consultório odontológico, então imagine minha surpresa ao ver sua ideia de castigo grego moderno como “terás urgências odontológicas semanalmente”. Achava que era só eu que concordava com dentista por medo de algo ruim acontecer. O Discurso de formatura também me emocionou. Procuro não pensar na formatura, porque, mesmo querendo desesperadamente terminar a faculdade, sinto saudades de tudo antes mesmo de terminar. Até mais otimista para a volta as aulas de segunda eu fiquei. E olha que não sou de ser otimista para as aulas, nunca. 

Teve também um post muito bonito sobre as pessoas que passam pela nossa vida. E um conselho para quem quer mudar o mundo. "Vá trocar ideias com quem você admira", ele escreveu. Outro amigo meu me deu um conselho muito parecido, dias atrás: "mantenha as pessoas que você gosta por perto". Sou daquelas que sempre acha que está incomodando, então puxar assunto não é comigo. Mas estou tentando mudar isso.

Outro texto que gostei foi da geração IPad. É de 2012, mas ainda assim é atual. E pelo prazer de escrever. Os textos são bem antigos, esse ano mesmo só teve um, mas ainda assim foi gostoso de ler. Parece que o Pedro manteve o blog dele durante todo seu percurso na faculdade, até depois da formatura. E eu estou aqui, ora lendo o blog, ora escrevendo isso, sentindo uma saudade estranha, uma felicidade que só as coisas simples me trazem. Porque é de simplicidade que estamos falando. E nada mais simples que o texto Por que vale a pena viver? que li umas cinco vezes e me deixou com um sorriso bobo no rosto em todas elas. É por umas madrugadas assim e por blogs como esse que vale a pena viver :)

7 comentários:

  1. Que pesquisa mais x _x Sutura é o tipo de assunto que eu fugo, se possível. Rolo o mouse se aparece algo parecido no Minilua. Enfim. Acabei indo visitar o blog do cara huahsa é bem 2010 mesmo, mas é muito bom.
    Bjoos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. (E sobre o post da sutura (fiquei curiosa, fazer o quê): Que doutor mais fofo hsuahsuas é engraçado o jeito que ele conta. Tipo assim, a gente acha que médico sabe de tudo e tem certeza do que esta fazendo

      Excluir
  2. Oi Nanda!

    Então, eu tenho uma curiosidade meio mórbida sobre procedimentos médicos ahahah'

    Eu gosto de blogs tipo 2010, parecem ser mais sinceros. Sem querer ser aquela pessoa do "no passado era melhor", mas hoje em dia tem muitos blogs que parecem revistas profissionais, sinto falta da personalidade do blogueiro.

    Foi exatamente por isso que eu gostei! Ri demais dele contando, me senti como estivesse lá com ele :D

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pois é... Acho que hoje em dia os blogueiros se preocupam demais em oferecer alguma coisa para os leitores (é dificil encontrar um blog muito pessoal, é sempre um "pessoal" meio impessoal), blogs sobre experiencias pessoais são puro amor :3

      Excluir
  3. Oi, Marina. Tudo bem?
    Que texto bacana. Confesso que nunca tinha visto algo do tipo, eu achei bem original. Incrível usar um espaço no seu blog para comentar sobre um blog que, de certa forma, chamou muito a sua atenção. Vendo os seus comentários, eu não perdi tempo e fui ler alguns textos do blog do Pedro. Achei muito bom mesmo. Não vi todos ainda, mas com certeza vou lendo aos poucos os outros. Espero que traga textos parecidos em breve. É muito bom ter conhecimento de blogs incríveis que nem sempre temos a oportunidade de conhecer. Achei sua ideia sensacional.
    Abraço!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. hahaha eu também nunca vi! Não entendo como nunca ninguém pensou nisso, nós (blogueiros) compartilhamos tudo que chama nossa atenção, porque não outros blogs? Vou tentar trazer mais Leandro, obrigada pelo comentário!

      Excluir
  4. Amei a sua ideia! Também tenho blogs que passo a madrugada lendo, e me sinto próxima das pessoas que escrevem, mesmo que sejam anônimas.

    ResponderExcluir

Vai comentar? Lembre-se de seguir algumas regrinhas: nada de arrumar brigas com outras pessoas, e não use palavras de baixo calão! Não diga nada que você não diria para sua avó.

Obrigada pelo comentário, vou retribuí-lo assim que puder. Volte sempre (/◕▽◕。)/