17/12/2016

Minimalizo: um blog que eu queria ser a autora

Minimalizo

Parece que está virando tradição. Entrar de férias e passar a noite lendo um blog que caí de para-quedas, por algum motivo. Fiz isso em Julho, e postei recentemente sobre um blog que virei a noite lendo, o Afinal de Contas. Hoje, pesquisando sobre "ser você mesmo" para um post que eu estava escrevendo (e não consegui terminar), caí sem querer no blog Minimalizo.

Praticar o desapego e levar uma vida minimalista sempre esteve nos meus objetivos de vida. Desde que tive um insight sobre a quantidade de coisas que eu tinha, comecei a me desapegar aos poucos. Diminuí consideravelmente o número de roupas que eu tenho, assim como a quantidade de coisas, papéis, fotos, e até mesmo livros (livros infelizmente não diminuí muito, mas tô no caminho!). Ultimamente tenho deletado até arquivos de computador. E aos poucos, vou me desapegando mesmo. E o blog minimalizo é sobre isso: o longo processo de desapegar das coisas e começar a ter uma vida simples, minimalista, com somente coisas necessárias e essenciais.

A autora do blog é a Fernanda. e ela escreve de uma forma muito simples e direta sobre o quanto o minimalismo mudou a vida dela. Também fala bastante do processo de se tornar mais minimalista, aos poucos. A Fernanda acredita que levar uma vida minimalista é quase como uma reeducação alimentar, se você corta tudo de uma vez, o efeito volta depois, mas se muda a sua forma de lidar com as coisas (assim como com a comida), as mudanças te acompanham pela vida toda. Sempre acreditei que se tornar apegado as coisas acaba te prendendo de alguma forma, e a Fernanda fala exatamente sobre isso, no post sobre a palavra desapego! Sabe aquela sensação de "eu queria muito ter escrito esse blog?" Então, eu me sinto assim em cada post dela.

A Fernanda não fala só do desapego a coisas materiais. Fala do desapego da necessidade de saber tudo (que eu particularmente sofro com isso, querendo conhecer tudo e todos), desapego dos seriados e livros ruins que você leva até o final só porque tem pena de parar de assistir/ler, desapego de arquivos digitais (!!!) e, se você não estiver satisfeito, desapego também da necessidade de ser! Esse último vai me fazer pensar bastante, porque até então, "ser" também era um objetivo da minha vida.

Tem também uns posts muito bons sobre consumo, organização, entre outros assuntos. Eu gostei muito de ler os post sobre desapegar de coisas não materiais. Minha maior dificuldade em desapegar é desapegar do passado: lembranças que tenho, coisas que vivi, objetos que guardei... Sou excelente em guardar coisas de lembrança, e quanto mais guardo, mais fica difícil desapegar daquilo. Com o tempo, a única coisa que mantém os objetos de lembrança guardados é que faz tempo que guardo eles. 

E, só pra finalizar, um post amorzinho que quero guardar no coração: como demonstrar carinho sem dar presentes. ♥

7 comentários:

  1. Eu não conhecia esse blog!!!! Mas vc falou de uma forma que eu tive que parar a leitura aqui e ir lá hahahahah.. Confesso que sempre corro dos sites que encontro a palavra Minimalista. Não consigo ser e só penso em fotos e coisas com fundo branco .. Mas tapa na cara desse preconceito bobo, né? hahah eu adorei o blog

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sempre que eu pesquiso sobre minimalismo acabo encontrando esse tipo de foto também. Mas parece que tem uma diferença entre o minimalismo na arte e um estilo de vida minimalista. Gosto do estilo de vida, mas nas fotos prefiro mesmo composições mais trabalhadas e fotos coloridas. O blog é lindo mesmo né? ♥

      Excluir
  2. Estou precisando fazer isso com a vida, tá tudo muito e to precisando que fique o minimo possível, não conhecia esse blog, achei o fato da autora escrever de uma forma simples bem interpresante.

    Você falou sobre livros, te entendo, tenho alguns mais do que estantes para colocar, mas não consigo me desapegar deles, são meus xodos

    http://www.coisasdemineira.com/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu sempre tô precisando fazer isso com minha vida! O problema com os livros é que eu tenho vários, não tenho espaço pra mais livros, e alguns que eu tenho guardado nem gosto tanto assim. Meu objetivo é ir desapegando aos poucos, deixando só aqueles que realmente gosto e fico feliz de tê-los. Também já fui muito apegada, e antigamente não conseguia nem considerar doar um exemplar. Hoje já faço isso numa boa, livros foram feitos para serem lidos, não ficar guardados na estante rsrs

      Excluir
  3. Seu post me salvou, porque eu ando saturada de muitas coisas e preciso desapegar ):


    bruna-morgan.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Salva o blog nos favoritos e dá uma lida nos posts de lá, quem sabe não consegue uma inspiração? :)

      Excluir
  4. ADOREEEEI, Nunca vi o blog mas já to abrindo aqui!
    http://b-uscandosonhos.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir

Vai comentar? Lembre-se de seguir algumas regrinhas: nada de arrumar brigas com outras pessoas, e não use palavras de baixo calão! Não diga nada que você não diria para sua avó.

Obrigada pelo comentário, vou retribuí-lo assim que puder. Volte sempre (/◕▽◕。)/