27/11/2018

Algumas considerações sobre estar quase formando

Imagem colorida com o título do post ao centro
Eu não faço a menor ideia se a concordância do título está certa. Mas vamos que vamos
Tem tanta coisa que eu gostaria de escrever, comentar, compartilhar, que não sei muito bem por onde começo. 2018 foi um ano corrido, pra dizer o mínimo. Último ano de faculdade, mil coisas para fazer... nunca achei que daria conta. Passei por muita coisa, aprendi muita coisa, e acabei encontrando uma força que nem sabia que tinha. Estou formando, e carregando comigo uma série de aprendizados. 

Não vou mentir: não vou sentir falta das aulas, dos slides, dos trabalhos em grupo (Deusa me livre!!), das provas intermináveis, das centenas de relatórios, das noites em claro... Também não vou sentir falta das (poucas) festas que fui, os churrascos que participei, os rolês que marcaram comigo. Eu vou sentir — e inclusive já estou sentindo — falta daqueles pequenos momentos que não foram controlados, marcados, que a gente costuma nem se importar; Vou sentir falta de sair de sala, de saco cheio, e topar com alguém no corredor. Sentar um pouco, pra reclamar e fazer hora, pra ficar menos tempo dentro de sala. De almoçar com alguém antes de ir pro estágio, e chegar no estágio caindo de sono por estar de barriga cheia. De sair da aula e ir comer pipoca na rua. Ou, no auge do desespero, chegar mais cedo na faculdade pra se reunir e estudar. Vou sentir falta de sentar no sol nos intervalos, quando tava muito frio, e da sensação gostosa de faltar aula só porque estava chovendo. Vou sentir falta porque, mesmo que venham outros cursos, e outras pessoas, nunca mais vai ser a mesma coisa. Acho isso bonito, mas também um pouco triste. Ou seria o contrário?

Escrevi e apresentei meu TCC. É engraçado, olho para esse texto e tenho vontade de colocá-lo em Arial 12, Espaçamento 1,5 linhas. Não consigo desver as coisas em ABNT rs.


Escrever e apresentar o TCC foi tranquilo. Sofri muito no projeto, principalmente por cobranças minhas. No TCC já tinha aprendido que "bom" é aquilo que a gente consegue fazer. Sem neuras e sem amarras relacionadas a perfeição, meu texto fluiu. Como costumava fluir os textos que escrevia aqui. Fluiu o texto, e fluiu a apresentação, apesar da ansiedade. Vivi brigando com a ansiedade, querendo me livrar dela, até que desisti. Parece meio louco, a ansiedade continua aqui, só não me incomoda mais. Faz parte da minha existência nesse mundo. 

Eu ao lado do slide do título do meu TCC "violência praticada por parceiro íntimo: arte como ferramenta de prevenção e combate"
O sorriso de quem tirou a foto após a apresentação
Aprendi muita coisa escrevendo meu TCC. Coisas relacionadas a teoria que estava escrevendo, coisas relacionadas a minha vida, minha forma de lidar com o mundo, comigo, com as pessoas a minha volta. Me sinto como um eremita: aquele que partiu numa longa viagem solitária, e voltou cheio de aprendizados. Não me surpreende, eu já esperava que fosse algo assim.

Como eu também já esperava, quero voltar a escrever. Percebi (mais uma vez) que gosto, gosto de contar histórias e me expressar dessa forma. Senti falta de ter um espaço só para isso, estou um pouco enferrujada, mas voltando a ativa. Espero ter mais coisas para escrever no caminho.

2 comentários:

  1. Oi Marina, tudo bem?
    Até parece que cursamos a mesma faculdade!! Sinto falta do mesmo que você e não sinto falta das mesmas coisas também (tirando as aulas, eu até que gostava), mas trabalho em grupo??? DEUS ME LIVRE! Hahahahaha
    Escrever é bom! Que bom que você está pensando em voltar. Eu estou tentado, mais uma vez ressuscitar o blog e minhas histórias (essas ainda nem comecei a escrever). Espero que logo a gente esteja derramando muitas palavras sobre o papel (ou a tela em branco).

    Beijos;

    Mente Hipercriativa
    FanPage Mente Hipercriativa

    ResponderExcluir
  2. Parabéns! Não vejo a hora de me formar também, mas ainda me falta 1 ano e já estou sofrendo por antecipação... Também não sentirei falta de nada nem de ninguém XD

    ResponderExcluir

Recebo os comentários por e-mail. Leio todos com muito carinho e respondo sempre que posso.

Seja educado com os coleguinhas, e obrigada pela visita. Volte sempre! (/◕▽◕。)/