13/05/2018

Por enquanto, um adeus

Foto por Oldiefan

Passei as últimas semanas pensando em como escreveria esse post. Um capetinha em um ombro, um anjinho no outro, e um diálogo entre nós três: "são seis anos escrevendo nesse espaço", "sua alma está ali", "insiste só mais um pouquinho", "vamos só esperar"... Eu não queria que isso fosse uma despedida, mas é. Precisa ser. Chega um momento em que é preciso definir prioridades, e minha saúde mental é uma delas. Não que escrever nesse blog traga prejuízos para minha saúde mental: manter esse blog sempre me trouxe alívio. Mas, ultimamente, por vários motivos, escrever tem sido frustrante. Entre um texto pela metade e outro, percebi que talvez seja melhor não insistir, e que, por mais que eu não goste de pensar nisso, talvez seja melhor deixar o blog de lado. Percebi que precisava ficar longe, cuidar de mim, e segurar a barra o máximo possível, até que as coisas cheguem no lugar. Tomei minha decisão. Pensei em deixar o blog apenas parado e voltar quando pudesse, mas não consegui fazer isso, me senti culpada. Por respeito a esse espaço, por respeito a quem se dedicou a ler, por respeito ao tempo que me dediquei escrevendo, decidi que o melhor a fazer era me despedir, e voltar se (ou quando) eu me sentisse em condições para isso. Às vezes é preciso coragem pra desistir. Ainda não me caiu a ficha, mas estou me despedindo.

Andei desativando algumas redes sociais. Falei em março sobre minha rotina corrida. Parece que foi ontem, mas já tem alguns meses. Estou ficando muito cansada. Nunca pensei que os últimos períodos de uma graduação fossem tão desgastantes. Mas é. As responsabilidades são enormes, e as cobranças (nossa e dos outros) são ainda maiores. Os conteúdos das disciplinas mexem conosco, e a prática — o contato com as pessoas que nos procuram, na maioria das vezes com um grande sofrimento — mexe mais ainda. Não tenho tempo para escrever, e quando tenho, não quero. Deixar o blog em aberto me fazia pensar que eu precisava voltar aqui, e dar alguma explicação. Me sentia culpada. Eu não tenho muito o que dizer: estou cansada, estou triste, estou desanimada, e preciso cuidar disso. 

Isso é um adeus. Isso significa que eu não vou mais escrever, nem postar, nem atualizar o layout ou as páginas... Pretendo voltar um dia. Quem sabe, no final do ano? Ainda tenho muita coisa para dizer, mas nesse momento, isso precisa ficar um pouco de lado. Vou sentir falta desse espaço e de todas as pessoas que conheci por aqui, mas não tenho condições de continuar agora. Estou dizendo adeus, mas espero que seja um "até logo". Me mandem boas energia, por favor!.

3 comentários:

  1. Primeiramente, obrigada <3 você foi a maior influencia de eu abrir um blog, aquele dia que eu te chamei no tumblr e você foi super atenciosa e tudo mais, você é incrivel, desde daquele dia acompanho os post do seu blog, te acho tão ser humana (considere como um elogio), você é você e pronto, e seu blog é seu e ponto. Acho muita consideração você vim se explicar, e quero dizer como leitora, tudo bem! é tudo bem, você quequer parar de escrever, eu sinto que para você escrever bem, você precisa estar bem, e ok? ok!

    Somos gratos por todo post que você escreveu, e cada coisa que por mais que tenha sido como desabafo, por ter compartilhado conosco cada letrinha que estava ai, dentro de ti. Você é incrivel demais para a gradução te derrubar mulher, quantas coisas você ja enfrentou, quantas coisa por quais você chorou achando que é o fim, e olha você aqui.

    Não, eu não esotu implorando para que você escreva, estou dizendo que se sinta a vontade de ir, de vir de ficar ou até voar, só não deixe que isso acabe contigo, não agora

    - Da sua leitora

    http://dosedeestrela.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  2. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  3. Oi, Marina!
    Deu tempo de eu vir te visitar. =)
    Cuide de você, assim poderá cuidar melhor do que precisa no momento. O blog pode esperar, seus leitores também. Será uma alegria quando você voltar.

    Um abraço!

    ResponderExcluir

Recebo os comentários por e-mail. Leio todos com muito carinho e respondo sempre que posso.

Seja educado com os coleguinhas, e obrigada pela visita. Volte sempre! (/◕▽◕。)/